Home / Dicas e Tutoriais / Lançado o Ubuntu 18.04 LTS Bionic Beaver – Confira as Novidades

Lançado o Ubuntu 18.04 LTS Bionic Beaver – Confira as Novidades

Olá pessoal, dia importante no mundo Linux.

Há três dias, foi lançado o Ubuntu 18.04. E embora eu tenha escrito este artigo no dia, resolvi analisar melhor para publicar algo fruto de uma análise mais completa.

Desde o lançamento da interface Unity no Ubuntu, em meados de 2010, este é o primeiro lançamento oficial do Ubuntu sem a interface que o tornou tão popular. Ano passado, após a Canonical encerrar o projeto e anunciar a adoção do Gnome como sua interface, muito foi esperado e muito foi especulado, e finalmente podemos ver o que temos de novidades no sistema Linux mais popular do mundo, então se prepare para mais um review caprichado.

A princípio fiquei intrigado em saber se o Ubuntu não havia perdido um pouco de sua identidade”, e se não era nada a mais do que um Ubuntu com Gnome shell”, e se assim fosse, a análise iria cobrir principalmente os recursos do Gnome ao invés do Ubuntu, mas constatei que realmente, não há muitas novidades no ambiente Desktop com o Gnome, e não, não é apenas o Ubuntu com Gnome.

Muitos testers e entusiastas estão dizendo que pode ter sido o melhor lançamento recente do Ubuntu.

Ubuntu 18.04 Bionic Beaver – Nome

Sempre vale a pena lembrar como funciona a nomenclatura de versão do Ubuntu. O 18.04 refere-se ao ano (2018) e mês do lançamento, sendo sempre 04 e 10, pois há 2 lançamentos anuais em Abril e Outubro. O codnome é algo muito bem humorado, dado sempre em referência à um animal africano acrescentado a um adjetivo, ambos em ordem alfabética. A relação com o continente africando dá-se porque o Ubuntu foi criado pelo Sul-Africano Mark Shuttleworth dono da Canonical, empresa que mantém essa Distribuição Linux, mas que tem sede no Reino Unido. Dessa vez estamos na letra “B”, então o codnome escolhido foi o Bionic Beaver ou seja o “Castor Biônico”.

O próprio nome do sistema operacional Ubuntu é uma antiga palavra africana e tem origem na língua Zulu (pertencente ao grupo linguístico bantu) e significa que “uma pessoa é uma pessoa através (por meio) de outras pessoas”. (Lindo não é?).

LTS Conservadora? Nem Tanto Dessa Vez.

As versões de Suporte a Longo Prazo (LTS) geralmente se concentram mais em refinamento de software do que em grandes mudanças, porém, desta vez a Canonical que estava preparando no forno diversas mudanças, e desde o ano passado em parceria com a Gnome, lançou um Ubuntu com muitas novidades bacanas.

Embora seja um Ubuntu novo, com nova interface e recursos, ele é uma versão LTS e que traz a estabilidade de programas do ecossistema Linux bem testados pelo sistema de repositórios da Canonical. Então conte sim com a estabilidade LTS, e também com novidades. Isso também é algo que muitas distribuições Linux derivadas do Ubuntu também adoram, já que a maioria prefere se basear em versões LTS do Ubuntu, tais como o Elementary OS, Voyager, e muitas outras.

Mudanças Desde a Instalação

As primeiras grandes mudanças só são perceptíveis quando você instala o Ubuntu 18.04.

A “Nova instalação mínima fornece o mesmo sistema operacional, mas com menos aplicativos instalados”

Nunca foi particularmente difícil instalar o Ubuntu, mas em Bionic a experiência foi um pouco mais rápida e um pouco mais simples. Várias opções anteriormente espalhadas por várias telas agora são coletadas juntas em um único painel.

Novas opções incluem uma nova “instalação mínima”, que instala o mesmo sistema operacional Ubuntu, mas sem a maioria dos softwares que ele normalmente inclui. Você obtém um navegador da Web, gerenciador de arquivos e utilitários essenciais.

O Ubuntu agora cria um arquivo Swap em vez de uma partição Swap durante a instalação. Essa alteração não afeta instalações existentes e se aplica a sistemas em que faz sentido (por exemplo, a maioria). A mudança ajuda a melhorar o desempenho do sistema.

Primeira Inicialização

Todos os usuários do 18.04, em uma nova instalação ou upgrade, serão recebidos por um novo assistente de primeira execução chamado “What’s new in Ubuntu”.

Esta ferramenta roda apenas na primeira vez que você fizer login com alguma conta, e ela não é como o Ubuntu MATE Welcome, mas é bem-sucedido no que faz: primeiramente, apresentar a nova área de trabalho e segundo, permitir que você opte por alguns recursos adicionais, tais como o Live Patch de kernel e permitir envio de diagnósticos do sistema. Em resumo:

  • Guia para o desktop do GNOME Shell
  • Opção para permitir que o Livepatch instale atualizações do Kernel sem reinicializar
  • Ajude a melhorar o Ubuntu, permitindo diagnósticos anônimos do sistema
  • Visão geral dos aplicativos Snap

O recurso de Livepatch é muito interessante para aplicar upgrades de kernel sem necessidade de reiniciar a máquina. Para ele funcionar, você precisa ter um login do Ubuntu One (se lembram?). Eu tenho o meu desde a época do Ubuntu 12.04. Agora é o login chamado “Ubuntu single sign on”. Se você cancelar este etapa, poderá adicionar ou criar sua conta depois nas configurações do sistema em contas online.

Gnome Shell Desktop

Esta é a principal mudança no Ubuntu. Para melhor ou para pior? Fãs do sua antiga interface Unity talvez não concordarão que o Gnome seja melhor, mas a verdade que é que o Gnome 3 está muito maduro desde o seu lançamento em 2011. Lembrando que o Ubuntu antes do Unity utilizava o Gnome 2, e desenvolveu o Unity após o lançamento do Gnome 3. Agora de volta ao Gnome, 6 anos depois, pode usufruir da consistência desse ambiente Desktop que é muito bem vindo por muitos.

O CEO da Canonical, Mark Shuttleworth, explicou por que o Ubuntu abandonou o Unity no ano passado. (Saiba mais)

O Gnome 3 Adaptado para lembrar o Unity, (mas não muito)

Os desenvolvedores do Ubuntu fizeram vários ajustes no GNOME Shell para acomodar os usuários que estão migrando do Ubuntu 16.04 LTS com Unity:

As personalizações do Ubuntu incluem:

  • Um dock de desktop no lado esquerdo (que parece com o antigo lançador do Unity)
  • Suporte para indicadores de aplicativos na bandeja do sistema no canto superior direito, como no Unity.

Alguns recursos que haviam no Unity não estão presentes e o que vemos é padrão do Gnome:

  • Os menus HUD (heads-up display) e globais do teclado são amigáveis; e fora da caixa, você não pode pesquisar por arquivos como era feito na “Dash”.
  • A gestão de espaços de trabalho é agora conseguida através de uma tela separada (‘Atividades’) que também oferece uma visão geral de todas as janelas abertas.
  • Você também perceberá que os controles da janela estão de volta no lado direito e que muitos atalhos de teclado foram alterados.
  • Calendário combinado e bandeja de mensagens
  • Sem HUD ou menus globais
  • Controles de janela no lado direito

O sistema de notificação do Gnome é diferente da do Unity

Aquelas bolhas de notificação passivas, transitórias e semi-translúcidas que apareciam no canto superior direito da tela não estão mais presentes. As notificações agora são exibidas no centro superior da tela, mas houve melhorias no sistema de notificação do Gnome. Agora você pode dispensar alertas, clicar neles para abrir o aplicativo que ele se refere, e algumas notificações oferecerão botões de ação e uma pilha de notificações em ordem cronológica será exibida junto ao Calendário e na bandeja de mensagens para que você não sinta falta delas.

Tela de Login

A tela de login não é mais o Lightdm, sendo agora também o padrão do Gnome 3, o GDM3. A aparência do GDM3 é mais simples, sem aquela beleza que o Lightdm oferecia com a imagem do wallpaper que você usa ao fundo.

A novidade é que agora você pode optar por iniciar uma sessão com Wayland. O Ubuntu voltou a usar o Xorg, visto que no Ubuntu 17.10 que usou o Wayland apresentou problemas com diversos programas que não suportavam o Wayland.

Aparência e Funcionalidades

Tema de Janelas, de Ícones

Apesar da especulação que o Ubuntu usaria o tema de ícones Suru, o que o tornaria muito semelhante ao tema que era usado no Ubuntu Phone, isso não aconteceu. O tema de janelas continua sendo o Ambiance, e o de ícones o Ubuntu-mono-dark. Ambos estão em uma versão atualizada e com algumas pequenas diferenças.

Tema de Janelas – Ambiance

O tema que vem com esta versão é novo e muito, muito bacana. Ele foi desenvolvido pela comunidade e mantém o tema de cores do Ubuntu, sombras e barras arredondadas com aparência 3D, como sempre, mas agora com uma unificação entre as barras superiores e laterais de uma forma totalmente nova. Confira no Nautilus abaixo como temos uma barra lateral com ícones dos lugares principais de sua pasta “Home”. Repare também que os botões das janelas agora estão todos do lado direito.

Veja o antes e depois:

Tema de Ícones – Ubuntu-mono-dark

Não houve muitas surpresas nesse ponto. O tema de ícones continua o mesmo e não percebi muita remodelagem, exceto em alguns novos ícones como o do aplicativo de acesso remoto embarcado Remmina. Mesmo assim, o tema de ícones do Ubuntu é muito bacana com ícones 3D muito bem desenhados.

Coleção de Wallpapers

Gostei muito da coleção de papéis de parede desta versão. Além do Wallpaper padrão que nessa versão adiciona a figura do castor, temos diversas imagens de lindas paisagens, flores e vegetação, fotografia de objetos como uma guitarra ou um prato de doces, e fotos de arquiteturas. Confira abaixo:

Download Ubuntu 18.04 Wallpapers

Funcionalidades

App Configurações

O aplicativo de configurações do sistema usado no Ubuntu agora também usa o padrão do Gnome que é o GNOME Settings. Tem um design mais amplo, mais limpo e mais organizado, que é navegado a partir de uma barra lateral.

Você também pode procurar opções no formulário Configurações por nome dentro do aplicativo ou, de maneira bastante útil, na tela de aplicativos.

Contas Online

Gostei deste item, pois permite a adição de diversas contas online. Isso porque houve épocas que as contas foram reduzidas a apenas 3. Agora temos bastante opções de contas para integrar ao sistema. Só não temos apps para que possamos usar todas as contas. É necessário instalar alguns apps para isso. Por exemplo, Facebook. Você adiciona sua conta do Facebook, legal, e agora, onde você abre o app do Facebook e ele já está configurado? Resposta, não tem.

Mas os apps Calendário e Tarefas possuem integração com essas contas online cadastradas.

Google Drive Integrado

Outra boa notícia é a integração com o Google Drive. Assim que você adiciona sua conta online do Google e abre o Nautilus, poderá montar sua pasta do Google Drive que já aparece disponível.

 

Integração com e-mail.

O cliente de e-mail padrão do Ubuntu é o Thunderbird, e ele não se integra as contas online, ou seja, quando você abri-lo, ele pedirá que adicione uma conta de e-mail. Já o Evolution, por exemplo (que não vem instalado), após instalação deste cliente de e-mail fantástico, o mesmo já lê suas contas online cadastradas e as exibe. Muito, muito bom. (pena que não vem instalado por padrão).

Abaixo o Thunderbird:

Abaixo o Evolution: (todas as contas funcionando)

As demais funcionalidades do Gnome não tratarei aqui, pois creio que não seja um review do Gnome e sim do Ubuntu, e quem usa o Gnome ou viu outros reviews já sabe o que ele oferece. Basta dizer que ele continua com as múltiplas áreas de trabalho dinâmicas, com o lançador de aplicativos que pode ser acionado com a tecla “Super” (Windows) do teclado, e pesquisa na mesma tela do lançador. O próprio app “Whats new” mostra aos iniciantes do Gnome como usá-lo.

Softwares

Cada download do Ubuntu 18.04 vem pré-carregado com diversos softwares úteis.

As versões mais recentes do navegador da Web Mozilla Firefox e do cliente de e-mail Thunderbird estão presentes. Incluído a suíte de escritório LibreOffice 6, enquanto os fãs de fotografia poderão adquirir uma série de melhorias no gerenciador de fotos da Shotwell.

Calendário e Tarefas

O Calendário é outro ótimo aplicativo do GNOME que o Ubuntu traz. Mas no Ubuntu Bionic Beaver, o aplicativo Calendário agora pode mostrar previsões do tempo para eventos programados que tenham um local, ou seja, se você adicionar um evento ao calendário com um local específico, ele mostrará notificações de como estará o clima naquele dia do evento. O aplicativo também melhora o layout de visualização do mês.

O Ubuntu 18.04 também adiciona um novo aplicativo do tipo “to do” (do tipo lista de tarefas), chamado (sem muita criatividade) de “To Do”. Em português foi nomeado como “Tarefas”.

Tanto o app Agenda quanto o Tarefas podem ser integrados com suas contas online, como a do Google por exemplo.

 

GNOME 3.28 – Novidades

O GNOME 3.28 vem de uma grande revisão do GNOME 3.18. Você obtém acesso a vários recursos interessantes, incluindo:

  • ‘Night Light’ – aquece a tela após o pôr do sol para promover padrões naturais de sono.
  • Novo teclado na tela – um On Screen Keyboard que parece e funciona melhor que Onboard.
  • Suporte a Thunderbolt 3 – você pode conectar e autorizar dispositivos Thunderbolt 3.
  • Controles do media player na bandeja de mensagens – suporta Rhythmbox, Spotify, etc.
  • Melhorias na Gráfica Wacom – agora é mais fácil usar dispositivos de entrada com o GNOME
  • Emoticons Selector – Que pode ser usado para inseri-los em diversas aplicações.

Night Light

Este recurso integrado ao sistema é muito legal. Altera a cor da tela para reduzir o cansaço dos olhos a noite. Na imagem abaixo talvez você não note diferença, pois foi gravado em máquina virtual, mas eu mostro como se habilita.

App Caracteres (Emoticons)

Os emoticons fazem parte da comunicação on-line moderna. É fácil inserir emoji no Ubuntu graças a um novo seletor de emojis coloridos.

Você poderá ao usar uma aplicação onde pode digitar texto, inserir um emoji, bastando clicar com o botão direito do mouse em um campo de texto e selecionar o item de menu “inserir emoji”. Isso abrirá a paleta de selecionadores de emoticons navegáveis e pesquisáveis.

Outros Apps Interessantes 

Temos também acompanhando o sistema o app Estatísticas de Energia, Visualizador de Logs e Analisador de Uso de Disco. Suas funções são auto-explicativas pelos seus nomes. Eu consegui inserir emoticons em um documento de texto usando o Gedit, mas não no Writer do LibreOffice.

Gestos para Touchpad em Notebook

A maneira como você clica com o botão direito do mouse foi ajustada em touchpads que não possuem um botão físico. Agora, você faz um clique com dois dedos (toque em qualquer lugar do touchpad com dois dedos).

Se não gostar desta alteração, pode voltar ao comportamento antigo através da aplicação Tweaks.

Falando de touchpads e mouses, você pode optar por usar o driver synaptics através do aplicativo Settings, se o driver padrão de libinput causar problemas.

Por fim, o Ubuntu suspenderá automaticamente após 20 minutos de inatividade quando você estiver usando energia da bateria.

Unity Ainda Está Disponível Se Fizer Upgrade do 16.04

Se você planeja atualizar o Ubuntu 16.04 para o 18.04, você não perderá o desktop do Unity. Ele permanecerá instalado para selecionar como uma sessão alternativa na tela de login.

Da mesma forma, para os atualizadores, a área de trabalho do Unity ainda está disponível para instalação no Ubuntu 18.04 a partir dos arquivos. Ele não funciona 100% como costumava ser, principalmente como resultado de aplicativos principais que usam decoração do lado do cliente em vez de barras de menus, mas a experiência geral, incluindo o HUD, está intacta.

Só não espere nenhum suporte contínuo (por exemplo, atualizações ou correções críticas) para a Unity da Canonical.

Versões dos principais aplicativos:

  • Firefox 59.0.2
  • Thunderbird 52
  • Nautilus (também conhecido como “Arquivos”) 3.26
  • LibreOffice 6.0.3
  • Totem (também conhecido como “Vídeos”)
  • Rhythmbox 3.4.2
  • Remmina 1.2.0
  • Shotwell 0.28
  • Novo Ubuntu Software com apps Snap presentes

Ubuntu Software

O Ubuntu Software é o lar de milhares de aplicativos gratuitos.
Você não precisa usar apenas o que o Ubuntu embarca, podendo instalar milhares de outros automaticamente pela loja.

Agora, graças à inclusão de apps Snap no app, ela também oferece uma quantidade maior de softwares, e também de apps de terceiros, tais como Skype, Spotify e Minecraft.
Muitos apps utilitários, como a Calculadora, a ferramenta Monitor do Sistema, estão pré-instalados como aplicativos Snap. Isso deve permitir que eles sejam atualizados independentemente do sistema operacional, mas eles não se “integram” com os temas GTK de terceiros.

A Ubuntu Software permite alternar facilmente entre diferentes versões. Veja abaixo.

Você também pode ver se o app é um Snap ou não no campo “Fonte” no rodapé das informações do software escolhido.

Extensões do Shell na Loja

Uma outra coisa muito legal da Ubuntu Software é que você poderá instalar extensões do Gnome shell diretamente por ela, indo na categoria “complementos” e depois em “Extensões de Shell”.

Adição de repositórios simplificada

Comando “add-apt-repository”

Ao adicionar um repositório com o comando “add-apt-repository”, agora, após o comando, o mesmo faz o update do apt automaticamente.

Exemplo: Adicionar repositório do tema da comunidade e instalar um pacote.

sudo add-apt-repository ppa:communitheme/ppa
sudo apt install ubuntu-communitheme-session

Repare que agora o comando “sudo apt update” que você deveria adicionar antes de instalar não é mais necessário.

Kernel

O Ubuntu 18.04 vem com o Linux Kernel 4.15.

Isso traz uma série de novos e aprimorados suportes de hardware para o Bionic Beaver. Isso ajuda os periféricos, teclados, placas gráficas e dispositivos USB mais recentes a trabalhar “prontos para uso” e melhora o manuseio e o desempenho de outros dispositivos.

O kernel Ubuntu Linux também possui suporte a criptografia de memória segura em hardware AMD, gerenciamento de energia aprimorado para sistemas com gerenciamento de energia SATA Link, suporte a empilhamento de módulo de segurança Linux – e muito mais.

Em resumo as novidades são:

Ubuntu 18.04 características principais

  • Novo GNOME Shell desktop
  • ‘Minimal’ opção de instalação
  • Linux Kernel 4.15
  • Acesso aos apps Snap
  • Suporte aos emoji coloridos
  • Suporte aos Thunderbolt 3
  • Apps atualizados, incluindo. LibreOffice 6.1
  • Conjunto de apps Snap por padrão
  • Novo app ‘To-Do’ ou “Tarefas”
  • Python 3.6
  • Arquivo de Swap na instalação ao invés de partição de swap
  • Sessão opcional Wayland

Desempenho

No quesito desempenho, não notei problemas. Instalei o sistema em uma máquina virtual, e ainda farei testes em máquina real. Mas na vm já pude notar o consumo de cpu e memória. Também notei que não foram exibidos efeitos de transição pesados, parecendo até que efeitos 3D como o que acontece quando minimizamos estavam desativados.

Em repouso a CPU ficou em 0% a 5% (dado 4 núcleos virtuais para a máquina), a memória em 1.5 GB (contando com o monitor do sistema aberto).

Já o Ambiente Desktop Gnome consumiu cerca de 300 MB de memória Ram.

O que faltou?

Aplicativos exclusivos: A Canonical continua com sua política de fornecer aplicativos excelentes do ecossistema Linux, tais como o player de música Rhythmbox, player de vídeo Totem, e assim por diante. Embora isso seja muito bom, vemos distribuições que inovaram criando apps exclusivos (que muitas vezes são forks aprimorados de apps famosos), ou desenvolvidos do zero. Embora adicionalmente você ainda possa instalar nessas distros os apps tradicionais como o Rhythmbox, Totem, VLC e etc, eu acho muito, muito bom o fato de termos apps exclusivos com a cara da distro e funcionalidades únicas. Vemos exemplos assim com o Elementary OS, com o Linux Deepin entre outros. O Ubuntu não tem.

Mais Customizações do Gnome Shell: Eu mesmo instalei diversas extensões do Gnome shell. Como o Gnome permite a instalação de diversas extensões, bem que poderia vir com algumas embarcadas que o deixasse ainda mais único.

Tela de Login e de Bloqueio: A tela de login e bloqueio ficaram tristes. O Linux Mint por exemplo, tem como interface um fork do Gnome, mas utiliza o Lightdm como sistema de login. Fica muito mais moderno e bonito.

Ubuntu Software: Embora haja muitas coisas legais nela, a Loja de Softwares não possui uma categoria para aplicativos Snap. Nesse ponto, a loja Deepin Store dá um show com aplicativos bem melhor categorizados e uma categoria para snaps. Na Deepin Store ainda é possível filtrar dentro de uma categoria, pela popularidade ou quantidade de downloads, ver informações do app e etc, e no Ubuntu não tem ou é pobre. Outra coisa é o cabeçalho da loja ter “Aplicativos em Destaque”, e uma imagem estática do VLC. Porque não um slideshow passando com os melhores apps em destaque. Embora a loja tenha uma categoria “Escolha do Editor” como faz a Play Store, ainda está longe de podermos comparar com as lojas mais populares de outros sistemas operacionais.

Sem querer comparar, mas já comparando… abaixo a Deepin Store

App da Amazon: O contrato com a Amazon é bom mesmo, pois sai versão e entra versão e este app não sai nunca.

Apps Integrados às contas online: Você pode adicionar nas Configurações diversas contas online como a do Facebook ou do Google, mas os apps que se integram são apenas o “Calendário” e o “Tarefas” e o “Google Drive” ao Nautilus, não tendo um app do Facebook ou do Gmail para se integrar a elas. Existem apps na loja para isso. Instalei o webapp do Facebook e do Gmail, mas ao abri-los é necessário entrar com as credenciais novamente. Instalei também o cliente e-mail Evolution que funcionou bem integrado com as contas online (pois o Thunderbird que vem instalado não se integra automaticamente).

Conclusão

Embora haja dezenas de elogios sobre a nova versão do Ubuntu, não tem como não observarmos os pontos negativos desta versão comparado aos recursos do Unity que hoje não temos mais. Sabemos que o Ubuntu, mesmo antes de encerrar o projeto da interface Unity, já disponibilizava o seu sistema com o ambiente Gnome 3 para baixar e usar. Então você deve estar se perguntando, “então, o que mudou em relação ao antigo Ubuntu com Gnome?” Se pensarmos apenas na maneira de usar o Gnome 3, realmente não muita coisa, mas se pensarmos no lançamento como um todo, e tudo o que o Ubuntu traz “por baixo do capô”, aí sim, mudou muita coisa.

O próprio Gnome está mais moderno. Foi um salto de versão do Gnome para que ele fosse usado no Ubuntu (3.18 para 3.28) denotando que a parceria da Canonical com o Gnome trouxe melhorias ao ambiente Desktop, e o mesmo foi realmente adaptado para fornecer alguns detalhes importantes a mais, os programas embarcados estão em versões recentes e estáveis, e há programas e funcionalidades bem novos.

Por Baixo do Capô

Ainda temos o Ubuntu que é confiável, rápido, estável, e com uma sólida estrutura de repositórios padrão que testam as versões dos aplicativos que são disponibilizados por ele. Em sua versão LTS, essa estabilidade e confiabilidade é ainda maior. Temos também muitas mudanças por baixo do capô, como o kernel 4.15. aplicativos Snaps na central de programas Ubuntu Software.

Funilaria e Pintura

Temos em termos de estética, um tema de janelas com a mesma identidade de sempre, mas com uma aparência ainda mais moderna. A interface ou ambiente desktop talvez não seja tão sofisticado como o Unity foi, mas não deixa de ser extremamente funcional, enxuto e clean. Apesar de toda modernidade do Gnome 3, ele ainda é um ambiente mais simplista, então quem gosta de ambientes mais sóbrios e simples vai gostar bastante. Não podemos compará-lo à alguns outros que são muito mais “eye-candy”, tais como o Deepin, o Pantheon-shell ou o próprio KDE.  Ademais, você poderá adicionar ao Ubuntu os softwares que quiser, inclusive outros ambientes Desktop (incluindo o Unity).

Então não é apenas o Ubuntu 16.04 com Gnome 3. É muito mais que isso. Bem vindo ao Ubuntu 18.04 LTS com Gnome 3.28.

Download

A Canonical deixou de disponibilizar versões de 32 bits. Então seguem abaixo, os links para download da versão 64 bits que é a mais recomendada.

Download Ubuntu 18.04 LTS

Agora é só baixar e então, instalar os programas que você considera importantes ter, customizar para ficar do seu jeito.

Abraços,

Cleuber

About cleuberadmin

Cleuber Silva Hashimoto. Administrador

2 comments

  1. O que eu gostei dessa nova versão 18.04 LTS é a velocidade. Ficou melhor para navegar e abrir e fechar programas. Bem rápido! No 16.04 Dois navegadores e a memoria subia nos tampos. Agora com 3 navegadores e tudo flui normalmente. Estou usando o unity 7.5 e alternado com gnome xorg.

    Um erro que encontrei foi na tela login ao digitar a senha errada duas vezes seguidas, o sistema não inicializa. Seja no sistema unity ou gnome xorg.

    Senti falta do Systemback que ainda não funciona nesta nova versão do Ubuntu 18.04 LTS.

    Parabéns pelo Review

    • Valeu Edson, verdade, diferentemente do Linux Mint, o Ubuntu vem apenas com o Deja Dup, e sem o Systemback. Pelo menos backup de arquivos dá para fazer. Realmente os tweaks de performance que fizeram deixaram o Gnome mais leve. No meu notebook iniciou com 300MB o que é ótimo.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

Atualização do Linux Deepin 15.7 Lançada – Confira as Novidades

Olá galera, Tenho falado muito do ...