Home / Dicas e Tutoriais / Programas no Linux vs Windows
distribuzione-linux

Programas no Linux vs Windows

Bom dia pessoal,

Os sistemas operacionais Gnu/Linux e suas distribuições trabalham com Repositórios de Software. E isso é uma das coisas do Universo Linux que eu considero nada menos que fantástica!
Sabe porquê? Bom vou explicar.

Comparando com o Windows.

No Windows, você instala o Sistema Operacional e depois começa a instalar os programas essenciais que precisará usar.

Daí vai para uma lista do tipo:
Pacote Office, Navegador Chrome, Navegador Firefox, Adobe Reader, Adobe Flash Player (para acessar vídeos em flash como no youtube), Java (para rodar algumas aplicações web, como sites de banco), editor de Imagens como o Adobe Photoshop, gravador de discos, como o famoso Nero, antivírus e assim por diante.

Para instalar tudo isso será um processo bem trabalhoso de, navegar na internet, procurar o instalador, aceitar o contrato de uso, em alguns casos, fazer um cadastro, baixar o programa e depois passar pelas telas de instalação, o que chamamos de “Next, Next, Finish” (Próximo, Próximo e Conluir”). Muitos destes programas oferecem e vem com a opção marcada por padrão, um monte de outros programas que você não queria instalar juntamente com o programa que você está instalando, mas daí o usuário leigo, não lê o que o produto oferece por padrão, nem desmarca estas “opções”, e acaba instalando muitos softwares indesejados, e muitas vezes prejudiciais ao seu sistema que alteram por exemplo a home page do seu navegador. Isso inclui o Baidu antivírus, Ask Toolbar, Babylon Toolbar, Google toolbar, PSafe antivírus, MacAffe antivírus (vem no instalador do adobe flash player), e um monte de outros programas.

O resultado, claro, depois que a sua home page foi alterada, e você tiver um monte de toolbars no seu navegador, e um monte de antivírus gratuitos trabalhando juntos e não te oferecendo proteção real, além de deixar sua máquina lenta, as vezes aparecendo pop-ups com propaganda e etc.

barras

O jeito é chamar um técnico, relatar estes estranho comportamentos e aguardar ele passar um tempão removendo todos estes softwares indesejados.

Mas não acaba por aqui…

…Os Terríveis Serviços de Update de Terceiros

Sabemos que o Windows Update não atualiza programas de terceiros, e sim apenas o Windows, programas da Microsoft e Drivers.

Então para as empresas que fabricam estes outros programas, a forma de oferecer atualizações, é durante a instalação do programa ele instala também um serviço que rodará toda vez que você ligar a máquina e ficará procurando por atualizações. Isso irá reduzir o desempenho de sua máquina, pois estes serviços sempre estarão rodando em “background”, ou seja, escondido. Estes serviços incluem Google Update, Flash Update, Java Update, Nero Update, etc e etc Update… mas ainda não acabou…. rsrs.

Quando estes programas encontrarem uma atualização disponível, ele irá apresentar um balãozinho na bandeja do sistema, para que o usuário clique e comece o processo de atualização, e aí o trabalho que teve na instalação vai se repetir novamente ou seja, muitas vezes você será redirecionado a página na internet do programa, ou diretamente à interface de instalação da atualização do produto, e voltamos as telas “Next, Next e Finish” e voltamos aos softwares indesejados que vem embutidos, e se não ficar atento em desmarcar as opções corretas eles serão instalados, e o usuário leigo terá os mesmo problemas.

Então resumidamente, programas de terceiros no Windows geralmente:

1 – Instalam serviços atualizadores que diminuem o desempenho do Windows
2 – Tem processos de Atualização individuais parecidos com o de instalação.
3 – Oferecem/Instalam programas Indesejados
4 – Não tem uma instalação/atualização centralizada em uma Central de Programas

Bom, viu como tudo isso é complicado?

O Mundo Ideal

Não seria melhor se:

1 – Houvesse apenas um serviço que checasse atualizações para o seu sistema operacional, e para todos os seus programas também?
2 – Não te oferecessem nada além do que você tenha instalado/queira instalar.
3 – E te direcionasse a uma Central de Programas que atualizasse todos de uma vez, e sem telas para você ficar clicando?
4 – E essa Central lhe permitisse uma busca por programas e informações detalhadas sobre eles, e claro, um botão de instalar e pronto, sem diversas telas e processos.

Bom, no Linux tem!

Nos sistemas operacionais Gnu/Linux, suas Distribuições, ou seja, seus diversos sistemas operacionais baseados em Linux, isso já é uma realidade há muito tempo.

Isso funciona através de Canais de Software, conhecidos tecnicamente pelo nome de Repositórios.

Repositórios são uma fonte segura do sistema de buscar softwares e atualizações de seus fabricantes, e alimentarem esta informação no seu sistema operacional, de forma a quando você quiser instalar ou atualizar um programa, utilizando uma Central de Programas, fazer isso de forma rápida e fácil, sem aquele monte de telas e processos.

Vamos usar o Ubuntu como exemplo

Abrindo a Central de Programas, você poderá procurar pelos programas que desejar.

Ubuntu-central

Ubuntu-central1

Por exemplo, vamos procurar pelo gratuito editor de imagens Gimp.

Ubuntu-central2

Ele te trás o resultado e outras sugestões que você poderá se interessar também.

Você poderá clicar em instalar ou clicando em “Mais Informações”, poderá saber mais detalhes e até extensões adicionais que poderá instalar agregando funcionalidades extra para o seu programa. Bom demais, não é?

Ubuntu-central3

Eu já o tenho instalado, mas basta clicar em instalar e pronto, estará instalado.

Para usuários um pouco mais avançados

Ainda existem outras Centrais de Programas como o Synaptic, por exemplo, que você poderá marcar diversos programas para instalar ao mesmo tempo e ele instalará tudo de uma vez para você exibindo uma barra de progresso.

Aqui abaixo, um exemplo filtrando pela categoria de Programas para edição de imagem. Bastei clicar em “Graphics”. Repare o Gimp no conteúdo. Mas eu poderia digitar na caixa de busca pelo que eu queria e ele traria o Gimp também.

Synaptic

Repare o botão Marcar Todas as Atualizações também. Marcou, Aplicou, Atualizou!

Gerenciando os Repositórios

package   Procurando por Programas e Atualizações você encontrará este programa, (Ou usando o Synaptic, menu Configurações/Repositórios), e com ele poderá gerenciar a fonte de seus programas, acrescentando novas fontes.

 

Repos1Aqui na imagem acima, vemos as fontes oficiais para os programas e atualizações.

Na aba “Outros Programas” você poderá acrescentar novas fontes de software. Na imagem abaixo, eu acresecntei algumas fontes favoritas de programas meus. Se não quiser mais um destes canais, poderá desativá-lo ou removê-lo.

Repos3

Por exemplo, o programa Skype, não vem por padrão nas fontes oficiais, então é possível acrescentá-lo, para que depois disso você possa instalá-lo e mantê-lo atualizado de forma prática.

Após adicionar uma nova fonte, ou seja, um novo repositório, ele irá recarregar a leitura dos repositórios, e estará pronto para instalar o novo programa.

updateSynaptic-Skype

Mas se quiser, depois de fazer isso, poderá encontrá-lo na Central de Programas também

Central-Skype

A terceira forma, a mais prática e rápida de todas

Ainda existe uma maneira mais rápida e prática para fazer tudo isso!

É via o famoso Terminal do Linux.

Pode parecer difícil aprender e se acostumar com os comandos no começo, mas garanto que após aprendê-los, perceberá que se tratando de instalar, remover programas no Linux via terminal é muito mais simples e rápido. E que são poucos os comandos para fazer isso.

Exemplos:

Para atualizar o sistema todo:

sudo apt-get update

Este acima atualiza os repositórios em busca de novas versões, e depois:

sudo apt-get upgrade -y

Este acima instala as atualizações encontradas.

Ou digite uma vez só com os dois juntos

sudo apt-get update && sudo apt-get upgrade -y

Pronto, basta esperar ele instalar tudo

Obs. A opção no final dos comandos “-y” serve para concordar automaticamente com a instalação.

terminal

Para instalar um programa:

Por exemplo, quero instalar o Gerenciador de Pacotes Synaptic, citado anteriormente.

sudo apt-get install synaptic -y

Para instalar diversos programas ao mesmo tempo:

Basta digitar o nome dos programas separados por um espaço depois do “apt-get install”

Exemplo, vou instalar diversos programas com o comando abaixo:

sudo apt-get install gksu gdebi synaptic gparted ntfs-config gnome-tweak-tool unity-tweak-tool dconf-tools language-pack-gnome-pt language-pack-gnome-pt-base preload nautilus-open-terminal git

Para remover um programa:

sudo apt-get remove nome_do_programa

 

Conclusão

Apesar do Windows possuir diversos programas que foram desenvolvidos apenas para ele, temos diversas opções no Linux que fazem a mesma coisa, além de você não precisar de um antivírus e não ter todas as dores de cabeça no gerenciamento de programas, citadas neste artigo. Um avanço recente foi a Loja da Microsoft, que fornece apenas aplicações do tipo metro ou modern ui (como rebatizaram a metro). Se esta Store gerenciasse todo o tipo de aplicações e repositórios configuráveis, aí este avanço começaria a ficar interessante. Eu, como torço pela evolução da Tecnologia em geral, espero que a Microsoft ainda adote diversas medidas para fornecer as funcionalidades de gerenciamento de programas que temos no Linux, mas creio que isso ainda levará muito tempo.

Basta dizer que no Linux você busca, instala, remove, e atualiza todo o seu sistema e programas de um único lugar em um único procedimento de dois cliques ou com apenas um comando. 😉

 

Abraços,

Cleuber

 

 

 

 

 

 

Share

About cleuberadmin

Cleuber Silva Hashimoto. Administrador

One comment

  1. Perfeito o artigo.

    E o melhor, é que agora eu jogo de boas no linux.

    🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

eos-loki-final-8

Elementary OS 0.4 Loki Lançado – Baixe Agora!

Olá pessoal. Depois de uma angustiante ...