Home / Notícias e Curiosidades / Ataque redireciona anúncios do YouTube para página com vírus
youtube-virus

Ataque redireciona anúncios do YouTube para página com vírus

Hackers invadiram site governamental da Polônia para ajudar em golpe.
Praga instalada realiza ‘sequestro’ do computador de vítima.

A fabricante japonesa de antivírus Trend Micro revelou nesta terça-feira (14) um ataque que redirecionava usuários do YouTube para uma página com vírus. De acordo com a empresa, hackers adquiriram cotas de publicidade no site de vídeos e veicularam um anúncio para um site governamental da Polônia. Esta página estava sob o controle dos criminosos, e o clique levava a um terceiro endereço contendo um kit de ataque que instala um vírus em sistemas desatualizados. A Trend Micro diz que já notificou o Google.

Segundo a empresa, 95% dos 113 mil afetados pelo ataque residem nos Estados Unidos. Os números se referem a um período de 30 dias. Nem todas as vítimas, porém, vieram da plataforma de vídeos do Google: a campanha publicitária também estava sendo veiculada em outros sites. No YouTube, a Trend Micro observou a presença do anúncio em vídeos com mais de 11 milhões de visualizações.

Os hackers obtiveram o controle da configuração de DNS de um site governamental polonês. Com isso, os golpistas conseguiram controlar o endereço que seria acessado por visitantes do site sem invadi-lo diretamente. Para a Trend Micro, isso serviu para dar um ar de legitimidade ao anúncio que foi veiculado no YouTube.

Antes de chegar ao site, o usuário passava por redirecionamentos de agências de publicidade, o que indica que o espaço publicitário teria sido comprado pelos canais comuns.

Chegando ao destino final do ataque – um site localizado nos Estados Unidos – o navegador era atacado por um kit chamado de “Sweet Orange” (laranja doce, em inglês). Esse código tenta fazer uso de diversas falhas de segurança para instalar um vírus no computador da vítima. De acordo com a Trend Micro, as vulnerabilidades são todas conhecidas. Quem mantém o sistema, navegador e plug-ins atualizados, portanto, não teve o sistema comprometido.

Quem estava vulnerável teve instalado em seu computador um vírus que a Trend Micro chama de Kovter. Essa praga tenta “sequestrar” o computador, impedindo que o mesmo funcione normalmente até que os golpistas recebam um pagamento em dinheiro da vítima para “resgatar” a máquina. A praga, no entanto, não possui funções avançadas de criptografia presentes em outros códigos maliciosos do mesmo tipo, o que facilita sua remoção.

A compra de espaços publicitárias para inserção de peças maliciosas é uma prática conhecida como “malvertising”. A investigação da Trend Micro foi realizada pelo pesquisador Joseph Chen, com colaboração de Rhena Inocencio.

Abaixo os países mais afetados:

Affected Countries

 

Via: Trend Micro, PCWorld, G1.com

Share

About cleuberadmin

Cleuber Silva Hashimoto. Administrador

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

o-INTERNET-PRIVACY-facebook

Como Aumentar Sua Segurança e Privacidade Online

Bom dia pessoal, Recentemente recebi mensagens ...