Home / Dicas e Tutoriais / Conheçam o Burg, um bootloader elegante

Conheçam o Burg, um bootloader elegante

Olá galera,

Quem tem mais de um sistema operacional instalado na mesma máquina sabe o que é o Bootloader, mas se não souber, eu explico.

Bootloaders são os programas que geram aquelas telas de boot que aparecem quando você liga seu computador com mais de um Sistema Operacional instalado, e que lhe permite escolher entre eles.

O mais utilizado deles é o GRUB. Por padrão ele tem essa cara que na minha opinião é meio feia:

GRUB2-WindowsPadrao

 

Mas é possível editar a ordem que os itens aparecem neste menu, e até mesmo o background dele.

Algumas distribuições Linux já vem com o background e tema de ícones do GRUB personalizado, como é o caso do openSuse por exemplo. Que aliás, através do Yast (painel de controle administrativo do openSuse), é possível editá-lo via interface gráfica.

Grub2Opensuse

Mas, que tal se você pudesse instalar um Bootloader com opções de temas ainda mais bonitos e simples?

A solução é instalar o BURG! Sim escrito deste jeito, é exatamente ao contrário de GRUB. Olhem só os temas que são possíveis obter facilmente com este bootloader.

 

Esse é meu tema atual “Radiance”, com o background customizado (férias em família). Super legal não é?

burg

 

Há tempos atrás, também tive este tema:

burg2

Bom vamos ao que interessa!

Como instalar no Ubuntu:

sudo add-apt-repository ppa:n-muench/burg
sudo apt-get update && sudo apt-get install burg burg-themes

Neste momento, durante a instalação aparecerá algumas telas para você confirmar: Burg6Clique em ok para continuar Burg7Clique em ok para continuar Burg8Clique em ok para continuarBurg9Pressione a tecla espaço para selecionar o disco e Clique em ok para continuar.

Para fazer o Burg integrar-se ao seu disco, digite o comando abaixo.

sudo burg-install "(hd0)"

E depois, para ele buscar os sistemas instalados em suas partições, digite o comando abaixo.

sudo update-burg

Pronto!

Você já pode ver como fica, sem precisar reiniciar a máquina. Basta no terminal digitar o comando:

burg-emu

Para mudar o background, basta substituir a imagem dentro da pasta do tema que você escolheu por uma imagem de sua preferência. O tema que escolhi é o Radiance.

O local é o /boot/burg/themes/seu tema/ renomeie o arquivo “background” original, (no meu caso renomeei para “background1”) e renomeie o seu arquivo de imagem para “background”.

Obs. A imagem original tem as dimensões de 1080×1050 px, mas a que eu coloquei tem a resolução da minha tela, 1360×768. Atente-se em colocar imagens com resoluções Wide-Screen, e compatíveis com a resolução que você definir no Burg, ou as edite antes para que tenha um tamanho que não fique distorcido, ou que não apareça (pode acontecer se a imagem tiver um tamanho muito diferente dos aceitáveis, e ficaria só com os ícones na tela e um fundo preto). Se a imagem tiver um tamanho correto, vai dar certo. Para ver se deu certo teste sempre com o comando “burg-emu”. E F3, caso queira testar com outra resolução do Burg.

Para fazer isso é preciso ser root. eu navego até a pasta usando o Nautilus em modo root, com o comando:

sudo gksu nautilus

Depois basta acessar a pasta e renomear os arquivos.

burg3

E pronto!

Para prever novamente digite no terminal o mesmo “burg-emu”.

Também é possível alterar o tempo da contagem regressiva até que o Sistema Operacional padrão entre sozinho.

Por padrão o tempo é de 5 segundos, mas eu deixo em 10.

Edição mais avançada

Assim como no Grub, no Burg é possível também alterar a ordem dos Sistemas Operacionais na tela alterando a ordem deles no arquivo burg.cfg usando seu editor de texto favorito.

No meu caso uso o gedit, através do comando sudo gedit /boot/burg/burg.cfg, ou se estiver com o Nautilus aberto como root, é só navegar até o arquivo, abrí-lo e editá-lo. Lembre-se sempre de fazer uma cópia do original antes de editar.

Na linha “timeout = 5” mude para =10 (ou o tempo desejado). Na linha “manuentry ‘Windows Loader (on sda)’…”, pode-se recortar todas as linhas até quando fecha-se a entrada “}”, e colocá-la na ordem desejada. E comentar com “#” as entradas que não quiser que apareçam. O meu exemplo está na imagem abaixo.

burg5

Lembre-se sempre de que é necessário atualizar o arquivo de tempos em tempos com o comando “sudo update-burg” e editar o arquivo burg.cfg novamente depois de uma atualização de kernel.

 

Alguns comandos de tecla para alterar o Burg durante o Boot:

F2 para mudar o tema.

F3 para mudar a resolução.

  • t – Abrir Seleção de Temas
  • f – Alternar entre o mode de dobrar
  • n – Pular para o próximo item da mesma classe
  • w – Pular para o próximo item Windows
  • u – Pular para o próximo item Ubuntu
  • e – Editar o comando do atual item de boot
  • c – Abrir um terminal
  • 2 – Abrir dois terminais
  • h – Exibir a caixa de ajuda (disponível apenas no tema Sora)
  • i – Exibir a caixa “about” (disponível apenas no tema Sora)
  • q – Retornar para o antigo grub menu
  • F5/ctrl-x – Terminar edição
  • F6 – Mudar janela em modo dual terminal
  • F7 – Listar os boot itens dobrados
  • F8 – Alternar entre modo texto e gráfico
  • F9 – Desligar
  • F10 – Reiniciar
  • ESC – Sair da atual caixa de menu popup

 

Abraços e divirtam-se

Cleuber Hashimoto

About cleuberadmin

Cleuber Silva Hashimoto. Administrador

6 comments

  1. olá, instalei no meu pc que tem o ubuntu 13.10 e win8 só que na tela de escolha aparecem 6 opções de ubuntu? (3 sistemas e 3 recoverys)… ?! outra dúvida, meu monitor tem resolucão 1366×768, nas opções disponiveis não consta, tem como alterar?

    • cleuberadmin

      Infelizmente o Burg funciona apenas até a versão 12.04 do Ubuntu.

      Por isso o que você deve estar vendo é o Grub mesmo. Mas é possível editar o grub editando o arquivo como root, usando seu editor de texto favorito. Por exemplo com o comando “sudo gedit /boot/grub/grub.cfg” (sem aspas). Depois basta comentar com “#” cada linha das entradas não desejadas – que começam com “manuentry” e terminam com “}”. Claro que ao atualizar o kernel ele gera um novo arquivo padrão do grub, o que acontece também quando você dá o comando “sudo update-grub”. Importante fazer backup do texto original antes.

      Agora, a causa de entradas múltiplas do Ubuntu e Modo de Recuperação, é quando você atualizou o kernel nos updates normalmente, e manteve os kernels antigos. Isso pode ser limpo facilmente com o Ubuntu-Tweak na sessão de Limpeza.
      Para instalar o Ubuntu-tweak veja este artigo: http://www.cleuber.com.br/index.php/2014/01/15/ubuntu-tweak-o-polivalente-software-para-o-ubuntu
      E depois rodando o comando “sudo update-grub”.

      Também tem um programa que te ajuda a customizar o grub chamado “grub-customizer”.

      Abraço.

      • aqui funcionou sim no 13.10 … apaguei os kernels antigos e agora aparecem 3 opções, ubuntu-recovery ubuntu-win8 … tem como tirar o recovery? quanto a resolução deixei a maior disponível e ficou bom…

        • cleuberadmin

          Ah que bom!!!
          Sim tem como tirar o recovery sim. Se quiser fazer manualmente edite o grub com o sudo gedit /boot/grub/grub.cfg
          Se você estiver usando o Burg, então edite com o comando sudo gedit /boot/burg/burg.cfg

          Depois remova a entrada que tem o “(Recovery)” começa com “manuentry” e termina com “}”, mas tenha cuidado.
          Por exemplo, se eu quiser excluir uma entrada de recuperação do Opensuse, todo este bloco abaixo deveria ser excluído ou comentado com um “#” sem aspas antes de cada linha.

          menuentry ‘openSUSE 13.1, with Linux 3.11.10-7-desktop (recovery mode)’ –class ‘opensuse-13-1’ –class gnu-linux –class gnu –class os $menuentry_id_option ‘gnulinux-3.11.10-7-desktop-recovery-98c31eae-bc77-42d9-9346-5e91330953bc’ {
          load_video
          set gfxpayload=keep
          insmod gzio
          insmod part_gpt
          insmod ext2
          set root=’hd0,gpt9′
          if [ x$feature_platform_search_hint = xy ]; then
          search –no-floppy –fs-uuid –set=root –hint-bios=hd0,gpt9 –hint-efi=hd0,gpt9 –hint-baremetal=ahci0,gpt9 –hint=’hd0,gpt9′ 98c31eae-bc77-42d9-9346-5e91330953bc
          else
          search –no-floppy –fs-uuid –set=root 98c31eae-bc77-42d9-9346-5e91330953bc
          fi
          echo ‘Loading Linux 3.11.10-7-desktop …’
          linux /boot/vmlinuz-3.11.10-7-desktop root=UUID=98c31eae-bc77-42d9-9346-5e91330953bc showopts apm=off noresume edd=off powersaved=off nohz=off highres=off processor.max_cstate=1 nomodeset x11failsafe
          echo ‘Loading initial ramdisk …’
          initrd /boot/initrd-3.11.10-7-desktop
          }

          É isso aí.

          Abraço

  2. amigo, uso o ubuntu 13.10 e o burg funciona numa boa, mais qndo vou executar o comando (sudo gedit /boot/burg/burg.cfg) no terminal a seguinte informação aparace

    “** (gedit:2052): WARNING **: Could not load Gedit repository: Typelib file for namespace ‘GtkSource’, version ‘3.0’ not found

    (gedit:2052): Gtk-WARNING **: Calling Inhibit failed: GDBus.Error:org.freedesktop.DBus.Error.ServiceUnknown: The name org.gnome.SessionManager was not provided by any .service files”

    e com isso eu não consigo salvar o arquivo depois de fazer a auteração!!!

    • cleuberadmin

      Paulo, não estou usando mais o Burg no Ubuntu, mas acho legal que funcionou no Ubuntu 13.10 para ti.
      Tente copiar o arquivo para outro local e editá-lo, e depois colá-lo no caminho do sistema /boot/burg/ novamente.
      Se for algum problema de permissão do aquivo tente um “sudo chmod 777 /caminho/burg.cfg” e depois edite e cole-o lá no caminho do sistema citado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

Como Instalar Programas e Games do Windows no Linux com o Crossover

Bom dia pessoal, Existem algumas formas ...